27 fevereiro 2012

Weekend


Bom dia, bom dia! E esse fim-de-semana?!
O meu infelizmente não correu como o esperado. Depois de lhe dar daqueles impulsos que eu tanto adoro do género "vamos passar o fim-de-semana à casa da família e vamos de mota, hoje!" 
E vamos os dois, depois dum dia de trabalho, pela noite dentro fazer uns 90 km de mota.. uma aventura fabulosa! Mas que depois se foi disso se não, não sei, ele ficou o resto do fim-de-semana doentinho! É que apesar de bem agasalhados, estava um frio desgraçado às 9 da noite! E ele vai o caminho todo a amparar-me o vento, eu vou ali bem escondidinha atrás dele, a agarra-lo, super confortável e quentinha (tirando nos pés), a observar as estrelas e a paisagem nocturna lindíssima que se vê na zona da Ericeira. Vou ali, super tranquila, lá de vez em quando espreito para a frente e vejo a estrada, olho para os lados e vejo os carros que vamos ultrapassando, nas filas de trânsito. É uma percepção da viagem completamente única, vemos  e sentimos tudo de forma tão diferente. Adoro. Mas claro que também só gosto assim tanto, porque tenho total confiança nele e por ser um condutor exemplar, caso contrário acredito que teria algum receio em longas viagens.
Agora é dar-lhe todo o mimo possível e esperar que se ponha bom rapidinho e volte o próximo fim-de-semana!

10 comentários:

  1. Sofre mesmo! Principalmente na parte que está só assim a receber tratamento :)

    Li, obrigada xu! :) E para ti também! Beijoca

    ResponderEliminar
  2. A inveja é um sentimento mto feio mas...invejo-te (suspiro)
    **

    ResponderEliminar
  3. Anna tolita! Ainda tens tanto pra viver!!!!!! quando eu souber conduzir uma moto levo-te, queres? :D
    Beijoca *

    ResponderEliminar
  4. Eu tirei carta de moto assim que tirei a do carro há umas decadas e nunca comprei moto :|

    ResponderEliminar
  5. João, deixa que te diga (sem ofença) q és um ganda tóino =b

    ResponderEliminar
  6. :) o meu pai sempre teve motos e até tinha uma virago 250 quando eu tirei a carta mas acabou por vender e como a minha mãe tinha terror com os filhos e motas nunca comprei, no entanto o meu irmão tem.

    ResponderEliminar
  7. Eu adoro motos mesmo apesar de só andar à pendura, mas pelo que ele me diz,a sensação é ainda melhor sozinho! A adrenalina..a liberdade :)

    A minha família também sempre foi fã de motos. Os meus irmãos e o meu pai, inclusive temos lá umas relíquias em casa, uma a pedais que é um máximo! :)

    ResponderEliminar