10 agosto 2012

O meu cabeleireiro


Pois é, sempre tive este grande problema. Nunca, até hoje, encontrei um cabeleireiro que eu conseguisse afirmar como "meu", que eu considerasse espetacular, que lhe confiasse sempre os meus cabelos, que lhe fizésse juras de amor e comunhão eternos. Digamos que nunca, ninguém, até hoje me surpreendeu o suficiente para me agarrar e fazer de mim cliente habitual. Isto porque, sempre me pareceu tudo igual! Ok, eu não sou uma estrela de cinema, ou não aparento nadar em rios de dinheiro de forma a que eles pensem que vou valer a pena em esbanjar o meu dinheiro todo no salão, mas ora bolas, sou uma mulher que gosta de ser mimada, principalmente quando vou gastar o meu € nas mãozinhas de alguém. Desabafo lançado. Agora, resultado disso, obviamente nunca me fidelizei a nenhum cabeleireiro. Ando sempre a saltitar. E com isto não ganho nada, porque nunca consegui obter um resultado do qual considerasse o perfeito para mim. Cada vez que pedia a opinião a um sobre como podia mudar um pouco o meu visual, talvez pintar, madeixas, sei lá qualquer coisa que me arejasse um pouco (eles é que são os artistas), todos me respondiam: não faça nada, que o seu cabelo está bom assim. Pronto é bom isso, mas e então? Se nunca mudarmos nunca vamos saber se em vez de "estar bom assim", pode estar maravilhoso de outra forma, certo? Eis que há umas semanitas atrás, após sugestão do meu namorado que lá tinha ido cortar uma vez e gostou muito, fui ao Jean Louis David e fui atendida por um cabeleireiro, rapaz novo, supé fashion, o qual eu lhe disse apenas isto: "quero algo diferente" e ele respondeu-me de imediato: "já sei o que lhe vai ficar a matar! Estou aqui com umas ideias...." E pronto...pózinhos de magia, luzes, holofotes, balões e confetis, conquistou-me logo ali. Finalmente alguém, em todos os meus 25 anos de existência mostrou-se interessado em me surpreender! Depois de algumas horitas a ler todas as revistas cor-de-rosa possíveis e imaginárias, eis que o resultado estava á vista e eu maravilhada pela simplicidade, pelo leve toque que ele me deu nos meus cabelos, mas que fez toda a diferença no meu visual e na minha forma de sentir,  finalmente, arejada! O que ele me fez foi, depois de saber a minha opinião claro, para além dum leve corte, umas sunlights, pode-se dizer que é do género de madeixas californianas, mas muito mais subtis. Quem olha para mim não pensa que pintei de alguma forma o cabelo, pois está tão bem integrado que parece mesmo natural. Isto também porque é apenas nas pontas, ele não me tocou na raíz do cabelo o que é bastante bom, visto que daqui a uns tempos o cabelo cresce, isto vai desaparenco e voilá, fica igual a antes, sem necessitar de grandes manuntenções de tinta e correr o risco de ficar com aquela raíz feia que se ganha quando se pinta na totalidade. Tudo isto, para além de um preço acessível, o rapaz foi sempre muito simpático e atencioso e pronto adorei. Penso que é desta que tenho oficialmente um cabeleireiro de eleição. Já marquei a próxima sessão, visto que o casamento da minha prima está próximo, ele promete que me vai fazer um penteado elegante, simples e bonito, tal como eu prentendo.
Can't wait! :)


6 comentários:

  1. Também nunca consegui arranjar um cabeleireiro que me tratasse e fizesse magia como procuravas.
    Fico contente que já tenhas encontrado o teu :D

    ResponderEliminar
  2. Boa! Ja somos tres entao, sou muito exigente e normalmente nunca saiu satisfeita LOL

    Ainda bem que encontras-te um que gostas
    =) A ver se lhe faço uma visitinha eheh

    ResponderEliminar
  3. Nos últimos tempos ACHO que encontrei o meu. Vamos ver se assim continua. =P

    ResponderEliminar
  4. Engraçado. Mudei de cidade há 3 anos e tive sse problema. Ficou resolvido na Jean Louis David, quando encontrei um cabeleireira que também me surpreendeu! Continuo a ir lá e gosto muito! Marco sempre pra ela! :)

    ResponderEliminar
  5. e será que me poderia dizer o preço mais ou menos das sunlights e se sao muito intensas, estou a pensar fazer mas tenho as minhas duvidas. e realmente tambem desejava mudar um bocadinho o meu visual.

    ResponderEliminar